Mercado beauty

Apesar de suas conquistas no mercado de trabalho, as mulheres ainda receberem salários menores que os dos homens. Segundo o estudo mais recente do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), a diferença, em um mesmo cargo, chega a 30% entre os dois sexos. Mais alarmante ainda é o relatório realizado pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), que afirma que a paridade entre os valores vai demorar pelo menos 70 anos para ser alcançada.
Pensando nisso, o site de relacionamento MeuPatrocinio.com fez uma pesquisa com 2.591 pessoas, entre as 28 mil mulheres e oito mil homens cadastrados, para descobrir quanto gastam com beleza e cuidados do corpo. O resultado indicou que enquanto os homens usam menos de R$ 350 (o equivalente a 0,7% da média de salário dos entrevistados), a maioria das mulheres desembolsa, em média, R$ 1.480 (54% do salário).

Gastos maiores
O Departamento de Assuntos de Consumo dos Estados Unidos, inclusive, fez um levantamento no início deste ano que comprova a situação: em uma comparação de 800 produtos de igual efeito, mas com versões masculinas e femininas, os itens voltados às mulheres custam de 4% a 13% a mais. Um exemplo disso é o preço do corte de cabelo, que pode variar de R$ 200 a R$ 500, bem como outros tratamentos que giram em torno de R$ 500 à R$ 1.500. 
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta