Mexa-se

Idade avançada e sedentarismo não combinam, e é comum ver idosos praticando exercícios para manter a saúde em dia. Segundo um estudo australiano, publicado pelo British Journal of Sports Medicine, o sedentarismo é o fator de risco que mais favorece o surgimento de problemas cardíacos entre mulheres de 30 a 90 anos. A pesquisa analisou 32.145 mulheres da Austrália e aponta outros diferentes fatores de risco, entre eles, o excesso de peso, a pressão alta e o fumo, que contribuem para as doenças do coração, principais causas de mortes nos países mais ricos.
Os pesquisadores concluíram que a partir dos 30 anos os baixos níveis de atividade física foram responsáveis pelo maior risco da população, se comparado a todos os outros fatores. Para mulheres com menos de 30, o principal fator de risco é o fumo. Sendo assim, foi concluído que com cerca de 150 minutos de exercícios semanais, de moderado a intenso, é possível poupar mais de 2 mil vidas. 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!