Moda atrás das grades

Com um processo que vem se desenrolando desde 2008, Domenico Dolce e Stefano Gabbana, condenados em 2013 por sonegação de impostos no total de € 400 milhões, tiveram a apelação contra a condenação negada pela justiça italiana. Com determinação judicial, a dupla e também o contador da grife, Luciano Patellito, estão sob a pena de um ano e seis meses de prisão. No entanto, ao contrário do que diziam os rumores, não será necessário que fiquem em cárcere privado.
A dupla recorreu em julho do ano passado, época em que as nove lojas da marca em Milão ficaram fechadas por três dias como forma de protesto depois que o prefeito da cidade, Giuliano Pisapia, afirmou na época que os designers não deveriam ser autorizados a mostrar suas criações em espaços comuns de Milão por conta dos supostos crimes.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!