Morre o deputado campineiro João Herrmann

Morreu ontem o deputado federal João Herrmann Neto. Ele foi encontrado morto na piscina de sua fazenda, no município de Presidente Alves, próximo a Bauru. Segundo o médico legista Ivan Segura, Herrmann morreu por um edema agudo de pulmão, causado possivelmente por um choque térmico.

Herrmann Neto nasceu em Campinas e tinha 63 anos. Ex-prefeito de Piracicaba, deputado federal por cinco legislaturas, assumiu esse ano a vaga deixada pelo deputado Reinaldo Nogueira (PDT), eleito prefeito de Indaiatuba. Foi filiado ao MDB, PSB, PPS e PDT.

O deputado era o principal articulador político para o fortalecimento do nome do prefeito de Campinas Hélio de Oliveira Santos (PDT) ao governo do Estado de São Paulo. Formado pela USP em Agronomia, fez pós-graduação em Relações Internacionais e cursos de extensão em Planejamento e Desenvolvimento Regional no Tennessee Valley Authority, nos Estados Unidos. Como estudante foi presidente do Centro Acadêmico da USP em Piracicaba e membro da Comissão de Reestruturação do Ensino daquela universidade. Participou das atividades de organização dos Comitês Brasileiros de Anistia e da organização da luta pelo movimento das Diretas Já.

Recentemente, João Hermann foi entrevistado por Betty Abrahão no programa Betty Abrahão e Você que vai ao ar pela Rede Família de Televisão, durante a visita do MInistro Carlos Lupi a Indaiatuba.

O corpo de Herrmann será enterrado às 10h, no jazigo da família no Cemitério Parque Flamboyant.

O prefeito Helio de Oliveira Santos decretou luto oficial por três dias. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteve ontem na cidade durante o velório.

 


 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta