Mostra Sustentável

Com o fim da 2ª edição da Mostra Sustentável, em Campinas, o prédio do Serviço de Saúde Cândido Ferreira foi entregue com todas as intervenções e benfeitorias geradas pela exposição. A edição desse ano recebeu mais de 5 mil visitantes em seis semanas de exposição, representando um aumento de 150% com relação ao número da primeira edição. A Mostra é um evento de arquitetura e paisagismo, arte e design de interiores, que reuniu, neste ano, mais de 70 expositores para a revitalização de 40 ambientes em prol de uma causa social. O evento recebeu visitantes de 8 estados brasileiros, além de Canadá, EUA e Austrália.
Ao todo, a Mostra proporcionou a revitalização de 3 mil metros quadrados, sendo 2 mil de área construída e mil metros de paisagismo. Foram utilizados materiais e conceitos sustentáveis, inclusive nas obras de arte e decoração, provando que sustentabilidade, sofisticação e bom gosto podem ser partes de um mesmo projeto de design de interiores. Com as intervenções, foram geradas mais de 100 toneladas de resíduos e 20% deste montante já foi reaproveitado nas construções de ambientes e o restante foi utilizado para pavimentação de outras áreas do Cândido.
O legado social é a principal herança da Mostra Sustentável que, de forma direta, contribuiu para que o Serviço de Saúde Cândido Ferreira tenha maneiras de melhorar a arrecadação de fundos. Segundo a Superintendente do Cândido Ferreira, Kennia, a princípio o prédio não será ocupado para assuntos administrativos e deverá assumir o perfil de fonte de renda para que consigam qualificar os atendimentos.
“A sede vai ter um local onde poderemos realizar a captação de recursos. Já temos o Pátio das Artes reservado para sediar um grande bazar para captação de recursos. Também alugamos o salão onde aconteceram as Sustentalks por oito finais de semana para uma empresa realizar palestras e workshops. De modo geral, queremos disponibilizar o prédio para grandes eventos e como espaços para co-working. Queremos ser referência em eco espaço, pois, temos estacionamento, restaurante e a estrutura completa para receber essa demanda”, pontua Kennia Oliveira.

Emissões de Gases de Efeito Estufa – GEE
O Brasil é um dos países que mais emitem Gases de Efeito Estufa e com o objetivo de compensar os impactos gerados com as obras, deslocamento de palestrantes e todas as atividades da Mostra, já foram plantadas 400 mudas de árvores compensando as emissões das duas edições. Em parceria com a Secretaria do Verde de Campinas, responsável pela realização do cálculo da quantidade de emissões com a quantidade de mudas, a organização da Mostra juntamente com o Cândido Ferreira e a subprefeitura de Sousas, realizaram o plantio das espécies nativas dentro de uma área da própria instituição.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!