Muito além da Casa Branca

Recheado pelo patriotismo norte-americano, Washington, D.C., capital e distrito federal dos Estados Unidos, é o destino perfeito para quem deseja mergulhar na história da maior potência do mundo. Memoriais e museus são as principais atrações, mas estão longe de serem os únicos motivos pelos quais vale a pena visitar a cidade.

Situada no Distrito de Columbia, a cidade é o centro do poder político ocidental. Pode parecer complicado, mas ela não pertence a nenhum estado e nem deve ser confundida com o estado de Washington, localizado no noroeste do país. Fundada em 1791, sua localização foi escolhida por George Washington; daí o seu nome, uma homenagem ao primeiro presidente dos Estados Unidos.

Atualmente, o destino abriga os três braços do governo americano: Executivo, Legislativo e Judiciário. Também possui as sedes do Fundo Monetário Internacional, do Banco Mundial e da Organização dos Estados Americanos, entre outras instituições nacionais e internacionais.

Por conta desta forte característica política e econômica, Washington D.C. parece, à primeira vista, um lugar sem muitos atrativos. Para muitos, se resume a Casa Branca e aquele monumento gigante e expressivo do presidente Lincoln sentado. Ledo engano! Apesar de sua aura manipuladora, uma vez que é de lá que saem decisões que repercutem na vida de bilhões de pessoas, o destino pode, sim, surpreender seus visitantes. E não é à toa que o turismo é a sua segunda maior indústria.

O mais importante centro político, econômico e militar do mundo, encanta pelo seu planejamento, organização e enormes áreas verdes. Não possui arranha-céus e é muito fácil de ser explorada. Andar a pé ou de bicicleta pode te levar a quase todos os lugares, e ainda ser muito divertido.

Como não poderia deixar de ser, tem como principal característica o turismo cívico e altas doses de patriotismo norte-americano, o que a torna o melhor lugar para entender a história do país e como ele se tornou a potência que é hoje. Assim, as grandes atrações são os memoriais e os monumentos dedicados aos grandes líderes, entre eles, o Lincoln Memorial, o Washington Monument, o Franklin Delano Roosevelt Memorial, o Martin Luther King, Jr. Memorial, o Thomas Jefferson Memorial e o Vietnam Veterans Memorial, todos localizados no National Mall. Aliás, esta região é considerada a mais famosa e visitada da cidade – começa no Capitólio e vai até o Lincoln Memorial. A distância é de cerca de 2 milhas, o equivalente a 3,2 quilômetros, e o ideal é fazer o trecho caminhando, o que vai levar uns 40 minutos. Quem pensa em fazer o passeio de carro, atenção, porque não é fácil encontrar vagas para estacionar.

Quanto aos principais ícones, a Casa Branca, o Capitólio do Congresso e o Obelisco próximo ao espelho d’água, são paradas obrigatórias.

Além das salas de espetáculo, como o JFK Center of Performing Arts – que abriga espetáculos de dança, música, teatro e ópera -, e bibliotecas, como a do Congresso – com uma coleção com cerca de 150 milhões de volumes -, a cidade possui, ainda, alguns dos melhores museus dos Estados Unidos. Só no complexo Smithsonian, existem vários, que cobrem diferentes campos das ciências, indústria e artes. Detalhe: a maioria dos museus são gratuitos. Destaque para o Air and Space Museum, que conta com um impressionante acervo de aviões e espaçonaves – incluindo o Spirit de Saint Louis, de Lindenbergh, o Flyer, dos irmãos Wright, e um módulo lunar do programa Apollo –  e
Archives of American Art, onde ficam documentos originais que fazem parte da história americana, como a Declaração da Independência, a Constituição dos EUA e o “Bill of Rights” (Carta de Direitos). Há também fotos, gravações em áudio e vídeos oficiais de presidentes americanos e de fatos históricos importantes (e que já foram secretos) que vão sendo liberados ao longo de tempo. 

Para os amantes da natureza, Washington oferece diversos parques lindos: Rock Creek Park, Constitution Gardens, Meridian Hill Park e Lincoln Park são apenas alguns da extensa lista de áreas verdes.

Na gastronomia, a capital do país mais rico do mundo surpreende. Com dezenas de embaixadas e representações internacionais, oferece restaurantes especializados em comida mexicana, árabe, japonesa, chinesa, caribenha, francesa, italiana, entre outras.

A arquitetura também se destaca, principalmente na área de Dupont Circle, localizada na “cidade velha”, e que abriga inúmeras mansões construídas entre 1895 e 1910. Hoje, muitas delas são ocupadas por embaixadas e instituições de pesquisa. Vale super a pena fazer um tour a pé, não só pela história, mas também pela beleza das construções. Na região, todo domingo de manhã, acontece um tradicional mercado de agricultores bem bacana.

E para quem adora fazer compras, as opções incluem outlets, sendo que os mais procurados pela facilidade de acesso e variedade de lojas são o Potomac Mills e o Tanger Outlet, perto do National Harbor, um centro de entretenimento com lojas e restaurantes à beira do Potomac River. Quanto aos shoppings, os principais são Tysons Corner Center, Fashion Center at Pentagon City e Westfield Montgomery.

Uma única viagem não é suficiente para ver e visitar todos os lugares. A lista é grande, assim como o entusiasmo. Uma coisa é certa: sempre será preciso voltar!

 

10 Lugares imperdíveis para quem visita a cidade


1 – Lincoln Memorial

  

           
É, de longe, a minha atração favorita. Construído em homenagem ao 16ª presidente americano Abraham Lincoln, sem dúvida, é um dos monumentos mais imponentes e impactantes da cidade. Expressiva, a imagem de Lincoln com quase seis metros de altura e 175 toneladas, parece estar em permanente vigília. O olhar impressiona! Foi na escadaria do memorial que Martin Luther King fez seu famoso discurso “I Have A Dream”, em 1963.
 
 
2- Museu de História Americana
 

Embora eu não tenha conseguido visitar o museu, ele foi muito bem recomendado, por isso entrou na lista. Tem um acervo de três milhões de objetos e documentos que datam o período colonial do país até os dias de hoje, e mostra a evolução da ciência, cultura, tecnologia e política do país. Entre os destaques, a forma inusitada como a história é contada; e a maior concentração de vestidos das primeiras-damas americanas.

3 – Newseum

 

Outro lugar imperdível! O museu da imprensa, como é conhecido, traz o registro dos principais fatos históricos dos últimos tempos. Super interativo, convida os visitantes a ficarem em frente à câmera e experimentar como é ser um apresentador de TV, testar suas habilidades como fotógrafo ou repórter investigativo, além de participar de uma experiência de realidade virtual que levará aos túneis secretos e às torres de vigilância da Alemanha Oriental. Entre os destaques, guarda a antena de transmissão que ficava no topo do World Trade Center, expõe as capas de jornais de todo mundo na manhã seguinte à tragédia de 11 de setembro; oferece uma exposição que mostra como o FBI luta contra o crime na era do terrorismo mundial e crimes cibernéticos, e muito, muito mais! A vista do 6 andar é incrível, oportunidade única para tirar fotos inesquecíveis!

 
4 – Georgetown
 
  

O bairro histórico, onde a cidade começou, é puro charme! Bem arborizado e repleto de lojinhas interessantes, restaurantes descolados e casinhas lindas, com fachadas preservadas de época, e que servem de cenário para fotos cheia de estilo. Uma delícia caminhar por ali, observando cada detalhe. Aproveite para almoçar no River Front, com vista linda do rio Potomac.

 
 
5 – Downtown

Boa dica para quem gosta de compras é passear pelas ruas J, F e 11th, que abrigam as lojas Forever 21, H&M, Kate Spade, Zara, até as sofisticadas Anne Taylor, Anthropology e J. Crew. Para quem quiser boas pechinchas, a opção é caminhar até Chinatown.

 
 
6 – Casa Branca
A residência oficial do presidente dos Estados Unidos é parada obrigatória para quem visita a cidade de Washington D.C. A segurança está bem reforçada, mesmo assim ainda é possível chegar bem perto da grade que cerca a propriedade.
 
 
7 – Washington Monument

Cercado por várias bandeiras dos Estados Unidos, o maior obelisco do mundo foi construído em homenagem ao primeiro presidente dos Estados Unidos, em 1885. Do alto de seus 170 metros (correspondente a 50 andares) é possível observar todo National Mall.

 
 
8 – Air and Space Museum

Imperdível para quem viaja com crianças. Tem um acervo enorme, com naves e aeronaves, réplicas antigas, centros de pesquisa e itens muito interessantes, como o "avião" original que fez o primeiro voo controlado ou uma rocha trazida de marte, além de alguns itens colecionáveis e cápsulas. Ainda tem uma área reservada para falar sobre o sistema solar, outra para a terra e outra para as missões solares.

 
 
9 –  Capitólio

Sede do Congresso americano, é um dos ícones da capital. A grande cúpula marca a forma do edifício, uma das mais famosas imagens da cidade. A partir dele, a cidade é dividida em pontos cardeais que marcam os nomes das ruas. Curiosamente, o endereço oficial do Capitólio é US Capital.

 

10 – Arlington Cemetery

Pode parecer estranho visitar um cemitério na sua visita à cidade, mas este é, sem dúvida, um passeio imperdível em Washington D.C.  Dedicado aos mais de 300 mil combatentes de guerra e seus familiares, o cemitério militar guarda muita história, como a do túmulo dos três soldados desconhecidos, a do presidente Kennedy e sua mulher.
 

 
Onde ficar


Ritz Carlton Georgetown
 

Localizado no bairro mais charmoso da cidade, o Ritz é um hotel histórico clássico de 1930, que dispensa apresentações. Lá, já se hospedaram, George Clooney e Bradley Cooper. Entre os destaques, o Ritual do Chá, servido diariamente e as bicicletas oferecidas sem custo para os hóspedes se aventurarem pela cidade.

 

Mandarin Oriental




Com ótima localização e uma linda vista da cidade, o cinco estrelas impressiona pela elegância e serviço impecável. Recentemente renovado, a decoração foi inspirada no trabalho de John Russel Papa, designer responsável pelo Jefferson Memorial, importante ponto turístico da cidade.
 
 
Four Season

O hotel, instalado em um prédio histórico, abriga o mais exclusivo Health Club da cidade, uma ótima opção para relaxar depois de caminhar pela cidade. Nos últimos dez anos, passou por duas renovações, ganhando um ar mais contemporâneo. Possui quartos amplos e grande quantidade de obras de arte.

 
 
Marriott Wardman Park




Recentemente renovado, o hotel fica bem distante dos principais pontos turísticos da cidade, mas tem boa relação custo-benefício e fica bem em frente a uma estação de metrô. Tem quartos amplos e serviço atencioso.
 
 
The Duppont Circle




O hotel irlândes está localizado no coração da cidade, bem em frente a rotatória e sua imensa praça. Do seu rooftop, oferece uma bonita vista da cidade. Remodelado recentemente, o hotel-boutique ficou mais sofisticado e acolhedor.
 
 
MGM National Harbor




Inaugurado há menos de um ano, o novo hotel cassino leva um pouco de Las Vegas para a região de National Harbor, em Maryland.  O resort tem 308 quartos distribuídos em 24 andares, em uma área do tamanho de cinco quarteirões; um cassino de 11, além de mil metros quadrados com máquinas de caça-niquel e mesas de jogo e poker; spa; salão de beleza e um teatro, além de lojas e restaurantes de chefs renomados.
 

Bons lugares para comer
 
Muze – Localizado no Hotel Mandarim, bem de frente para a marina, o restaurante contemporâneo com toque asiático oferece um menu sofisticado em ambiente elegante e descontraído. Destaque para a área externa, com vista para os jardins, sempre concorrida. 

Georgetown Cupcake – Tem fama de ter o melhor cupcake dos Estados Unidos. E não é para menos! As filas são enormes e quase sempre estão na calçada. Entre os mais vendidos: red velvet, chocolate&vanilla e salted caramel. A caixinha que serve de embalagem é um destaque a parte.

 

Ben’s Chili Bowl – Inaugurado em 1958, oferece o tradicional hotdog ao estilo americano. Um cachorro-quente de salsicha defumada que mistura carnes bovina e suína, com mostarda, cebola e molho picante. Na parede, um pequeno cartaz alerta: fiado só para a família Obama e o comediante Bill Cosby, clientes famosos do local.
 

 

Dean&DeLuca – A maior rede de lojas gourmet dos Estados Unidos tem uma unidade no bairro de Georgetown. Oferece variedade de vinhos, pães e queijos, refeições prontas e sobremesas incríveis. Além disso, vende acessórios e equipamentos. Parada obrigatória para os amantes da cozinha!
  

 

Le Pain Quotidien – Em ambiente charmosos, oferece fartos cafés da manhã. Ideal para quem acorda cheio de energia e vai rodar a cidade com longas caminhadas.
 

  

Paul – A boulangerie francesa, com unidades em vários lugares do mundo, vende suas famosas baguetes, croissants e doces deliciosos. A decoração nos transporta imediatamente para a França e seus charmosos cafés. Sempre uma delícia!

   

Carmine’s – O famoso bom e barato da Times Square, em Nova Iorque, tem uma filial na cidade. Ambiente aconchegante, com pratos saborosos, bem servidos e preço bacana.
 

 
  
Zaytinya – O restaurante do chef José Andrés tem uma estrela Michelin. Os pratos são uma mistura das cozinhas grega, turca e libanesa, numa fusão mediterrânea de sabor indescritível. Os pratos são servidos em pequenas porções, então dá para provar várias opções. Está sempre lotado, por isso é indicado fazer reserva.
 

 
Jaleo – O mais famoso restaurante do Chef José Andrés tem duas estrelas Michelin e traz o sabor da Espanha para a cidade. O menu é composto, basicamente, de tapas com os mais variados ingredientes, projetadas para serem compartilhadas. Destaque também para as paellas e sangrias.
 
 


Dicas para quem visitar a cidade

Quando ir – Sem dúvida nenhuma, a melhor época para visitar a cidade é o verão. Como a maioria dos programas são ao ar livre, tudo se torna mais fácil e atrativo no calor.  Aos finais de semana, quando o Congresso e outras instituições entram em recesso, o destino fica ainda mais agradável para passear.
 
Onde ficar – Washington D.C. oferece hospedagens para todos os gostos e bolsos. Os melhores  hotéis ficam em Downtown e Dupont Circle. Quem quiser economizar, pode optar por se hospedar no vizinho estado da Virginia. Apesar de um pouco distante, os valores muitas vezes compensam.
 
Como ir – Existem voos diretos para a capital americana. O Aeroporto internacional de Dulles-Washington recebe voos diretos vindos de São Paulo e Rio Janeiro, ou com pelo menos uma escala. Para quem já está nos Esatdos Unidos, a cidade é ligada ao resto do pais pelo sistema ferroviário da Amtrak.

Como se locomover – O transporte público é bastante conveniente se você se hospedar próximo às principais atrações. Os táxis também são boas opções para ir de um lugar a outro, dentro da cidade. Caso contrário, a dica é alugar um carro, principalmente se você desejar visitar lugares distantes e outros estados, ou se hospedar neles.

 
Procurando tours?
A DC Design Tours oferece tours e passeios a pé pela cidade. Entre os destaques, passeios históricos com foco em arquitetura, planejamento urbano e design. Nós fizemos e adoramos!

www.dcdesigntours.com

Passear pela cidade a bordo daqueles ônibus de dois andares pode ser uma ótima ideia para quem não tem muito tempo. A noite, os monumentos ficam iluminados e ainda mais bonitos.
www.bigbustours.com

 

texto e fotos Isabelle Sabbatini

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!