National September 11 Museum

Acaba de ser inaugurado em Nova York o National September 11 Museum. Localizado no World Trade Center Plaza e inteiramente dedicado ao 11 de setembro, teve o projeto e obras analisados por muitos anos, mediante consulta de todas as agências governamentais envolvidas, familiares das vítimas, e até os responsáveis pelo design final. “Esse é um projeto de múltiplas subjetividades”, diz Tom Hennes, responsável pela cenografia da exibição.
O espaço possui várias partes, todas no subsolo do Ground Zero, onde se encontram exibições especiais e relíquias da tragédia como, por exemplo, um caminhão de bombeiros semi-destruído, pedaços de vigas contorcidas e parte da antena que existia no topo das torres. A Slurry Wall, parede da fundação original que resistiu ao atentado, e a Last Column, que foi a última coluna a ser removida do Ground Zero, também estão no local, trazendo assinaturas, adesivos, fotos e recados deixados pelas equipes de resgaste e limpeza do entulho.
No espaço intitulado Memorial Exhibition, as paredes são cobertas com fotos das vítimas; e no espaço The One é transmitido um vídeo sobre cada uma vítimas ou de seus parentes falando sobre elas.
Objetos pessoais resgatados também auxiliam na construção histórica e emocional que o museu deseja transmitir. “Queríamos contar a história, mas sem impor uma narrativa. Que o visitante veja e respeite esse passado tão importante, mas que também esteja presente, de forma consciente, para olhar adiante". Afirma Hennes. “Museus normalmente lidam com histórias concluídas, mas, nesse caso, ainda estamos aprendendo sobre essa história, que continua a se desenvolver e ter repercussões. Queríamos que a exposição refletisse esse aspecto", completa.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!