Noite mal dormida

Quem sofre de insônia normalmente recorre a indutores de sono para conseguir ter uma noite de descanso tranquila. Porém, segundo o médico Theo Webert, antes de procurar tomar estes remédios, é preciso observar os alimentos que são consumidos a noite ou até mesmo durante o dia. “Nossa capacidade digestiva, quando comprometida, acaba interferindo na liberação de serotonina, hormônio diretamente ligado a produção de outro hormônio, a melatonina, que desempenha função na qualidade do sono”, afirma.
Para combater este problema, o profissional orienta a escolha de alimentos mais leves, como carnes brancas e folhas, e até restringir a proteína animal por completo em casos específicos. “Quando pensamos em melhorar o sono, nunca lembramos que esta proteína tem digestão lenta e muitas vezes comprometida, porque o corpo não processa de forma adequada. Então, antes de tomar algo para dormir, comece diminuindo a ingestão deste tipo de alimento, principalmente à noite”, explica.
Webert lembra que, apesar das generalizações, as recomendações nutricionais são sempre individuais. “O acompanhamento profissional é fundamental, pois cada paciente deve ser analisado em sua particularidade", conclui. 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!