Novidade da Haute Couture

Frida Giannini, que deixaria o posto de diretora criativa da Gucci no fim de fevereiro, já saiu da empresa. A grife pediu que ela se desligasse na sexta-feira, dia 9, com mais de um mês de antecedência em relação ao que estava programado. No dia 11 de dezembro, a Kering, conglomerado de luxo que controla a marca italiana, comunicou que Frida e o CEO Patrizio di Marco deixariam o grupo.
Como estava previsto, Patrizio saiu no dia 1º de janeiro e foi substituído por Marco Bizzarri, até então diretor executivo da divisão de couture e artigos de couro da Kering. Inicialmente, era esperado que Frida ficaria até a apresentação de sua última coleção, de Inverno 2015, no dia 25 de fevereiro em Milão. Antes disso, no dia 19 de janeiro, a marca vai apresentar a última coleção masculina assinada pela diretora.
A decisão de antecipar a saída de Frida teve por objetivo facilitar a tomada de decisão sobre o futuro da direção criativa. Com o anúncio das mudanças, começaram as especulações sobre quem ocupará o cargo. Um dos fortes candidatos é Alessandro Michele, que ocupa o cargo abaixo de Frida e que comanda a criação de acessórios da Gucci, além de ser diretor criativo da marca Richard Ginori (de propriedade da Gucci). 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta