Olhos saudáveis

Frequentar regularmente o oftalmologista é muito importante para manter a saúde dos olhos. Mas ter uma boa alimentação e cuidar da higiene também auxiliam a enxergar cada vez melhor e diminuir o risco de desenvolver alterações oculares ao longo do tempo. De acordo com a médica Liana Iglesias, é possível proteger a visão de maneira fácil, prática e barata.
Dormir entre seis e oito horas por noite, utilizar maquiagem certificada e não se automedicar com colírios e lubrificantes sem prescrição são alguns dos cuidados essenciais. A especialista também ressalta algumas dicas:

Alimentação balanceada
“Largue de vez o excesso de sal, fritura, açúcar e carne vermelha e invista em uma dieta rica em frutas e em vegetais, como cenoura e espinafre, que diminuem a degeneração natural ocular e amplia o alcance visual”, orienta Liana.

Óculos de sol
O uso do acessório é imprescindível não apenas para os dias ensolarados, pois, mesmo com o tempo nublado, há incidência de raios ultravioleta. Assim, o acessório é fundamental para que a radiação solar não cause danos à córnea, ao cristalino, retina e pálpebras. “É importante se certificar da qualidade e da autenticidade do produto, bem como se tem proteção contra os raios ultravioleta. Não se deve usar óculos sem garantia e, muito menos, falsificados”, ressalta a médica.

Maquiagem
Liana ressalta que deve-se tomar o cuidado de utilizar apenas as marcas regulamentadas pelos órgãos de saúde do Brasil, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além de conferir se os produtos são dermatologicamente testados e estão dentro da validade, evitar compartilhar lápis de olho, rímel e demais itens com outras pessoas e não dormir sem lavar o rosto são outros alertas da especialista.

Automedicação
Usar colírios e lubrificantes para aliviar a sensação de ressecamento ou de irritação nos olhos, sem a recomendação médica, pode causar graves problemas. Isso porque alguns medicamentos podem resultar no aumento da pressão arterial e da pressão ocular, constrição dos vasos na conjuntiva ocular, taquicardia, asma e até algumas doenças oculares irreversíveis, entre elas, a cegueira.

Horas de sono
Dormir pouco prejudica a visão, porque um pigmento da retina sensível à luz se regenera durante o sono. A lubrificação dos olhos também é afetada com menos de seis ou oito horas na cama.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta