Pele oleosa

Para quem tem pele oleosa, algumas questões quanto aos cuidados básicos indicados são comuns. O excesso de brilho ao longo do dia, por exemplo, é um dos aspectos mais marcantes e motivo de incômodo para muitas pessoas.
Há quem acredite que a pele oleosa não precisa de hidratante, no entanto, oleosidade não é sinônimo de hidratação e, quando ressecada, a pele pode ficar mais suscetível a inflamações. “Quem tem pele oleosa também deve hidratar, preferindo produtos em gel e sem óleo em sua composição. Há hidratantes próprios para esse tipo de pele que, além de hidratar, ajudam a diminuir a oleosidade e o brilho”, explica a dermatologista Annia Cordeiro Lourenço.
Outro mito comum é que lavar o rosto várias vezes ao dia ajuda a diminuir a oleosidade; pelo contrário, a lavagem excessiva pode piorar ainda mais o problema. “Lavar o rosto muitas vezes ao dia acaba ressecando a pele e, como efeito rebote, aumenta a produção de sebo. É uma tentativa do organismo de proteger a pele que ficou seca”, comenta a especialista. Nesses casos, os sabonetes específicos para pele oleosa são os mais indicados; a mesma regra vale para os filtros solares.
A dermatologista também destaca que, devido à obstrução dos poros, gerada pelo excesso de sebo, a pele oleosa apresenta mais tendência à acne. “Os poros abertos e evidentes também são um dos resultados dessa obstrução causada pelo sebo. Ainda há outros fatores que podem deixar os poros evidentes, como o ressecamento, acúmulo de células mortas e a perda de colágeno e elastina”, explica.
Vale lembrar que  o clima, idade e alterações hormonais contribuem para o aumento ou diminuição da oleosidade. Annia ainda ressalta que a oleosidade normalmente diminui após a adolescência, mas algumas ainda persistem e requerem cuidados contínuos. Durante a gravidez ou após a menopausa também surgem alterações. “Nas mulheres, alguns anticoncepcionais podem ser escolhidos especialmente para ajudar no controle da oleosidade e acne. Deve-se fazer uma escolha cautelosa com o ginecologista pois alguns hormônios podem piorar o quadro”, finaliza.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!