Pesquisa reveladora

Please select a featured image for your post

Entretenimento, por definição, é o conjunto de atividades que os seres humanos praticam, sem outra utilidade que não o prazer. Mas o que significa entretenimento para os brasileiros? O que fazem nas horas ociosas, quando podem se divertir ou mesmo relaxar?

Para 49% dos brasileiros entretenimento é, principalmente, fugir do estresse do dia-a-dia, enquanto para 16% significa ter experiências relacionadas ao conhecimento e para 12%, estar com a família.

Esses são resultados de pesquisa realizada pela Octagon Worldwide, a pedido da MasterCard, e que busca conhecer de forma detalhada os hábitos de lazer do brasileiro e seus anseios nessa área. “Este levantamento é de extrema importância para as marcas em geral, pois mostra que ainda há um grande espaço para atender às necessidades de todas as classes quando o assunto é entretenimento”, afirma Cristina Paslar, diretora de Marketing Consumidores da MasterCard Brasil.

A pesquisa também mostra que 60% dos entrevistados apontam como atividades de lazer habituais navegar na Internet, ir ao cinema, assistir TV, ouvir música, estar com amigos e familiares e fazer compras.

Embora as atividades de lazer favoritas, no geral, não variem muito entre as pessoas de maior e menor renda, há algumas em que o custo tem peso significativo. Na faixa de menor renda, por exemplo, 72% costumam ir a restaurantes, enquanto apenas 7% fazem viagens ao Exterior. Já no segmento de maior poder aquisitivo, esses números sobem para 92% e 23%, respectivamente.

O levantamento aponta ainda que um dos maiores desejos do brasileiro é o de viajar: 81% almejam o turismo de avião pelo Brasil; 75%, para o Exterior; e 70%, de carro pelo país. Entre o sonho e a realidade, porém, há uma diferença considerável: 75% dos entrevistados gostariam de viajar para o Exterior, mas somente 10% o fazem, enquanto 59% gostariam de ir a festivais e shows musicais, mas apenas 31% realmente conseguem materializar a diversão.

Outro ponto importante que a pesquisa identitificou é que o dinheiro vivo ainda é a forma mais utilizada de pagamento para as atividades relacionadas a lazer e entretenimneto. No caso de parques, por exemplo, 78% dos entrevistados utilizam essa forma de pagamento; em programas infantis, esse percentual é de 70%, e em museus/ feiras/ festivais, de 67%.

“Os resultados do estudo nos mostram que existe uma grande oportunidade de substituição do dinheiro e cheque em vários segmentos ainda pouco explorados. E é nesse sentido que a MasterCard trabalha para identificar essas oportunidades, ampliar nossa rede de aceitação e oferecer benefícios no momento do pagamento com cartão, seja de crédito ou de débito”, comenta Cristina.

 

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta