Pow Wow 2009

Please select a featured image for your post

Por Isabelle Sabbatini

De 16 a 20 de maio, aconteceu em Miami o 41º Pow Wow, maior evento anual de negócios do turismo dos Estados Unidos, realizado pela U.S Travel Association.

Representantes de mais de 70 países participaram do evento no Centro de Convenções de Miami Beach. Foram 3 mil fornecedores norte americanos e 1,2 mil compradores entre internacionais e domésticos; além de 350 jornalistas de todo o mundo. A delegação brasileira levou 68 empresas compradoras e 27 jornalistas.

Para se ter uma idéia do tamanho do evento, somente entre os participantes, a feira deve ter gerado 18.665 room nights, com um impacto econômico direto de US$ 8,5 milhões na economia local de Miami.

Segundo Roger Dow, presidente e CEO da US Travel Association “nenhum outro evento é mais importante para vender os US$ 100 bilhões em turismo receptivo internacional que o International Pow Wow”.

Apesar da crise, evidente nos Estados Unidos, e da recente epidemia de gripe A H1N1 – a gripe suína, é grande a expectativa para o turismo norte-americano, e diversos destinos apresentaram seus atrativos.

Como era esperado, houve queda em delegações como Japão, México e Europa. Mas outras como Coréia e Brasil aumentaram a representatividade. O Brasil foi um dos mercados mais cobiçados este ano já que os brasileiros têm viajado para lá mais do que no ano passado, além de ter seus gastos aumentados. Em 2008 o Brasil representou o 8º mercado deixando no país U$ 3,8 bilhões.

A importância dos turistas brasileiros está fazendo com que os responsáveis pelo turismo norte-americano analisem a possibilidade – cada vez mais próxima – de dispensar a exigência de vistos para viagens aos EUA. O sistema – Programa Visa Waiver – dá permissão para entrada nos EUA com propósitos de turismo ou negócios por, no máximo, 90 dias sem precisar de visto, cobrando uma taxa de apenas US$ 10 quando da entrada do turista no país. Se isso realmente acontecer, o Brasil, que também exige visto dos cidadãos dos EUA, certamente adotará a reciprocidade, o que é praxe do Itamaraty.

A delegação brasileira ficou hospedada no tradicional e recém reformado 5 estrelas Fontainebleau Hotel em Miami Beach. A festa de boas-vindas aconteceu num trecho da praia mais badalada de Miami, South Beach, na Ocean Drive, repleta de bares, restaurantes e hotéis, a maioria com arquitetura art déco. Contou com diversos palcos e apresentação de grupos de dança, performances e acrobatas, além de apresentação de DJs e jazz, mostrando a mistura de ritmos e sabores que a cidade oferece. O convite pedia traje branco e muita gente aderiu o que mostra grande envolvimento e respeito aos organizadores do evento. Ao final, uma incrível queima de fogos.

O complexo cultural Adrienne Arsht Center foi o local escolhido para a festa de encerramento do Pow Wow 2009, numa festa onde os convidados foram vestidos de preto. Houve apresentação do cantor José Feliciano, ganhador do Grammy, entre outros artistas.
Esta edição do evento bateu o recorde de 71 mil reuniões e deve gerar um total de US$ 36 bilhões de negócios.

Para Luiz de Moura Junior, vice-presidente internacional de marketing da U.S Travel Association, os resultados foram excelentes. “Tivemos poucos cancelamentos e o Brasil teve a segunda maior delegação da história do evento com 99 profissionais de turismo entre operadores e jornalistas. Isso é bom, pois houve considerável crescimento de 20% no número de turistas brasileiros nos Estados Unidos no primeiro bimestre do ano, período em que houve queda nos 20 principais mercados emissores. Somente o Brasil teve números positivos. Nós esperávamos, no máximo, 700 mil brasileiros”, contou.

Para ele, a presença mais significativa do Brasil se deve a possibilidade de novos negócios e boas oportunidades geradas com a crise no EUA. "Existem muitas promoções e os preços estão bastante competitivos já que a indústria norte-americana está investindo forte na captação do turismo internacional como saída para a crise", completou.
Este ano os participantes do Pow Wow tiveram guichê especial na imigração em Miami, o que facilitou o processo de entrada nos Estados Unidos.

O Pow Wow terminou com estimativa de negócios de US$ 4 bilhões nos próximos três anos, de acordo com a US Travel Association. A indústria turística norte-americana aposta na redução de tarifas e no câmbio favorável na Europa para sua recuperação. A redução das tarifas hoteleiras e dos pacotes de viagens já tem efeitos positivos no turismo dos Estados Unidos. Outro dos segmentos que deve dinamizar o setor é o de convenções e reuniões corporativas.

No próximo ano, o evento será em Orlando, na Florida. A abertura acontecerá em um dos parques da Disney e o encerramento será realizado no Sea World. Em 2011, o evento deve acontecer na cidade de São Francisco, na California, e em 2012 as cidades de Nova York, Las Vegas e Washington DC já estão na disputa.


Veja os principais destaques do evento este ano:

Miami
M – Durante encontro com a imprensa internacional, o CEO do Greater Miami Convention & Visitors Bureau, William Talbert garantiu que a cidade está preparada para o crescimento no setor. Segundo ele, Miami possui infraestrutura e serviços para receber turistas de lazer e de negócios. “Miami não é um destino apenas para se passar as férias. Miami é também lugar para se fazer negócios, convenções e qualquer tipo de evento”, completou. O prefeito de Miami, Manuel Diaz, lembrou que, atualmente, a cidade está mais preparada como destino do que há dez anos atrás.

M – Para atrair mais visitantes, Miami aposta na campanha "Where worlds meet", com foco na América do Norte, do Sul e também na Europa. A campanha – que tem a colaboração do Greater Miami Convention e Visitors Bureau, The Beacon Council e American Airlines – já passou por Paris, Nova Iorque e Canadá.

Disney
D – As novidades da Walt Disney World, Disneyland Resort e Disney Cruise Line não param. Este ano, os visitantes que programarem a visita a um dos parques da Disney no dia do aniversário terão a entrada gratuita. Quem já tiver adquirido o ingresso poderá escolher um presente (menos dinheiro e crédito). No Walt Disney World Resort, os visitantes poderão escolher entre diferentes experiências que vão desde safáris de manhã, corridas de carro, comer com os personagens, entre outras.

D – Entre os cruzeiros, The Walt Disney Company planeja expandir os negócios e trazer dois novos navios de 122,000 toneladas, com dois deques a mais do que o Disney Magic e Disney Wonder. Os novos navios irão comportar mais que o dobro da capacidade de passageiros do Disney Cruise Line.

D – Para quem gosta de compras, a Tren-D é uma nova loja em Downtown Disney. O lugar estava previamente ocupado por Summer Sands e oferece uma mistura estilos retro e novas tendências da moda com um toque Disney.

D – Inaugurado em maio o Paradiso 37, um bar restaurante que apresenta cozinha do Norte, Sul e América Central na área do Pleasure Island, também em Downtown Disney. O restaurante fica à beira da água e oferece pratos típicos das Américas, além de um bar de vinhos internacionais, tequilas e receitas únicas de margaritas.

D – Entre os dias 1 a 30 de setembro, acontece a 4ª edição anual do “Orlando Magical Dining Month”. Nesse período, mais de 50 restaurantes participantes irão oferecer jantares com preços fixos que variam de US$20 a US$ 30, sem taxas. Desse valor serão retirados US$ 1 de cada refeição para instituições de caridade de Orlando.

D – Em agosto, o Southern California’s Landmark Disneyland Hotel começa uma reforma que vai incluir melhorias importantes em seus quartos e mudanças consideráveis no exterior. O hotel irá permanecer aberto durante as obras de renovação, que será realizado em fases, e está programado para ser concluído em 2012.

D – No início da primavera 2010, a Disneyland Califórnia Resort irá homenagear a visão de Walt Disney com um espetáculo noturno celebrando a magia das histórias e personagens da Disney com o World of Color. O show acontecerá no California Adventure e vai misturar água, efeitos espetaculares, iluminação colorida e muita música. Serão em média 25 minutos de espetáculo.

D – Em 2011, o parque da California ganha ainda uma nova atração: Pequena Sereia.

Universal
U – Os parques da Universal ganharão novas atrações que prometem encantar o público no próximo ano. O presidente da Universal Orlando, Bill Davis, junto com o presidente da Universal Studios Hollywood, Larry Kurzweil, apresentaram as novidades durante o Pow Wow, e entre os destaques estão King Kong 3D e Harry Potter, que será a sexta área tematizada do parque, onde existirá uma réplica da vila do filme e a montanha-russa dos dragões. Os demais detalhes do empreendimento ainda são mantidos em sigilo, mas estima-se que até neve artificial faça parte do cenário. “Dentro do Wizarding World of Harry Potter as pessoas sentiram a sensação de estar dentro da própria história”, explicou Bill.

U – No final de julho, a grande novidade é a Hollywood Rip Ride Rockit, onde os visitantes poderão personalizar sua experiência escolhendo a música que vão ouvir durante o trajeto, e no final, comprar um vídeo de sua experiência com múltiplos ângulos das câmeras e efeitos especiais.

Busch Entertainmet
B – Responsável pelos parques Sea World, Discovery Cove, Aquatica em Orlando e Busch Garden em Tampa, todos na Florida, o grupo destaca a grande atração inaugurada logo após o Pow Wow, e cuja reportagem você confere em nosso site. A nova montanha russa Manta, do SeaWorld, promete ser a grande sensação de 2009.

B – Jane Terra, gerente de marketing Brasil, conta que o parque Aquatica é ainda uma grande novidade em Orlando, pois foi o último parque inaugurado na cidade, no verão de 2008. Além disso, o encontro com os lindos golfinhos de Commerson é uma atração especial, diferente de qualquer outro parque aquático.

B – Outra novidade do grupo em 2008 e que continua fazendo enorme sucesso é nova área de recreação do Busch Gardens Tampa, o Jungala. Ali é possível ficar pertinho dos belíssimos tigres brancos. Imperdível.

Nova Iorque
NY – Com a campanha “NYC: The Real Deal”, o órgão oficial de Turismo em Nova York está apostando em promoções especiais para atrair mais turistas em 2009. O objetivo é oferecer descontos aos visitantes em hotéis, shows, museus, atrações, restaurantes, shoppings e passeios. As ofertas podem ser acessadas no site oficial de turismo, www.nycgo.com A promoção "compre um e ganhe 50% de desconto no segundo" está presente em mais de 90 empreendimentos. De acordo com George Fertitta, CEO da NYC Company, acredita-se que mais pessoas irão procurar a cidade como destino e experimentar férias espetaculares com um preço atrativo.

NY – Celebrações importantes também prometem atrair mais visitantes, como a reabertura do acesso à coroa da Estátua da Liberdade, no dia 4 de julho (dia da Independência dos Estados Unidos). O local estava fechado desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, quando as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, foram destruídas.

Prime Outlets Orlando
PO – Jessica Banchs, gerente regional de turismo do Prime Outlets Orlando conta que um novo restaurante será aberto em junho, o Vinito Toscanas Tavern, que vai oferecer pratos italianos criados pelo conceituado Chef italiano Raffaelle Marsilio. O restaurante vai oferecer ainda jantares privados.

American Airlines
AA – A American Airlines foi a responsável por levar a delegação brasileira ao Pow Wow. Representantes de 61 operadoras de turismo e agências de viagem e 27 jornalistas viajaram pela companhia que oferece, atualmente, um total de 50 vôos semanais para os Estados Unidos, saindo de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Salvador. A partir de 11 de junho, quando tem início a alta temporada, a companhia passa a operar 62 vôos semanais. Entre os destinos americanos que recebem vôos diretos do Brasil estão Nova York, Miami e Dallas.

AA – Dilson Verçosa Jr., representante geral da American Airlines, destacou que a ida dos brasileiros foi importante para conhecer as novidades e fechar negócios para oferecer melhores preços aos turistas brasileiros que desejam visitar o país.

Travel Ace
TA – Com quase trinta décadas de experiência em serviços assistenciais, a Travel Ace, empresa do Grupo IMAS com sede na Argentina, é líder na América Latina quando o assunto é assistência ao viajante, e está no Brasil desde 1993.

TA – O Grupo IMAS acaba de lançar no Brasil uma nova marca, a My Assistance, assistência de viagem com foco em viagens de baixo custo. De acordo com o presidente da My Assistance Brasil, Marcelo Fernández, que também está à frente da Travel Ace, “muitos não adquirem por desconhecimento dos benefícios de um serviço como esse, e outros pelo fator preço. Por isso, trazemos a My Assistance, que vai garantir uma viagem tranqüila com baixo custo”, completa.

TA – A Travel Ace Assistence, caba de lançar a campanha “2×1 – compre o 1º e ganhe o 2º” para aqueles que irão viajar ao exterior, acompanhados, até o dia 31 de dezembro de 2009. “Uma boa maneira de se programar e garantir tranqüilidade com antecedência” – explica o presidente da Travel no Brasil, Marcelo Fernandez.

Isabelle Sabbatini viajou a convite da U.S Travel Association pela American Airlines com cobertura de seguro de viagem da Travel Ace.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!