Preservação do meio ambiente

A preservação do meio ambiente é motivo de preocupação mundial, mas o que ainda é necessário saber é que as ideias e soluções sustentáveis devem ser colocadas em prática por toda a sociedade. Colocar em prática essas atitudes em nosso dia-a-dia é o primeiro passo para ficar em dia com o meio ambiente.

Para ajudar nessas práticas sustentáveis, confira dicas elaboradas por Cristiane Morelato, consultora em assuntos ambientais e diretora da revista Inove Ambiental.

Reutilização do papel: Existem várias formas de se reaproveitar o papel antes da reciclagem em si. Faça bloquinhos de anotações ou agendas. Doe cartolinas, papelão ou bandejas para escolas, que utilizam para trabalhos escolares.

Latinhas de alumínio: O tempo de biodegradação do alumínio na natureza é de 300 anos. Por isso, reutilize o material para fazer artesanato, como porta canetas, copos que podem ser utilizados em viagens, acampamentos ou até para guardar pequenas peças, junto de suas ferramentas.

Reaproveitamento do pneu (borracha): A borracha demora cerca de 400 anos para se decompor na natureza. Na hora de trocar os pneus, dê preferência às empresas que fazem recauchutagem, fazendo com que o material tenha uma vida útil maior. Dê preferência ao consumo de produtos, como sandália e tênis com solado à base de borracha.

Restos de alimentos: Utilize os restos de alimentos para fertilização da terra, como casca de ovo ou de batata. Excelente dica para quem cultiva plantas ou tem horta em casa.

Reaproveitamento da água: A cada banho de 15 minutos com registro meio aberto, são gastos 135 litros de água. Reduzindo o tempo para cinco minutos, o gasto cai para menos da metade.

Materiais radioativos: Deposite pilhas e baterias em lugares autorizados, evitando, assim, o contágio do solo por materiais radioativos.

Vá de bicicleta: Coopere com o trânsito e com o meio ambiente. Locomover-se pela cidade com sua bike, além de contribuir com a boa qualidade do ar, ajuda a diminuir os índices de congestionamento que tanto prejudicam o país.

Produtos biodegradáveis: Dê preferência a produtos biodegradáveis, chamados de ecologicamente corretos. Eles têm em sua estrutura química substâncias mais simples de serem decompostas na natureza.

Madeira legalizada: Antes de adquirir qualquer produto que contenha madeira, verifique a procedência do material para não incentivar a prática ilegal de corte de árvores. Dê preferência aos móveis com madeiras de reflorestamento.

Energia: Adote em sua casa um sistema de energia solar, reduzindo sua conta de luz de forma significativa. Prefira geladeiras e freezers com o selo Procel (Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica). Não guarde alimentos ainda quentes.

E mais:

– Escolha tintas à base de água ou silicato de potássio, que não possuem solventes.

– Nos telhados, escolha o modelo verde, no qual podem ser cultivadas algumas espécies de plantas, que ao produzirem O2, reduzem o calor no interior da casa.

– No supermercado, dê preferência às sacolas ecológicas, evitando, assim, a utilização do material de plástico que demora cerca de 100 anos para se decompor na natureza.

– Sempre que puder, verifique antes de comprar qualquer produto se o fabricante contribui de alguma forma com o meio ambiente, seja através de algum projeto ou até mesmo através dos produtos que comercializa.


Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!