Procedimentos estéticos

Em cinco anos, quadruplicou no país o número de homens que se submetem a cirurgias plásticas estéticas, segundo levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Entre 2009 e 2014, a quantidade de procedimentos passou de 72 mil para 276 mil ao ano (31,5/hora, em média). Semelhante às mulheres, o sexo masculino também busca o corpo perfeito, a correção de imperfeições, a elevação da autoestima e a tão visada “aprovação” nas redes sociais.
“A redução das mamas (ginecomastia), a lipoaspiração e a cirurgia de pálpebra lideram o ranking de procedimentos mais realizados. Outro método muito visado é a rinoplastia, uma interferência e correção nasal que melhora o aspecto do nariz mais assimétrico, um incômodo frequente nas consultas”, explica o cirurgião plástico Dr. Rodrigo Rosique.
Para o médico, o preconceito quanto às mudanças corporais masculinas, ainda que pouco, persiste. Muitos se dispõem ao tratamento, porém são discretos e não gostam de comentar, especialmente com os amigos. “Esse é um aspecto que vem diminuindo conforme se constrói a definição de homem moderno e suas necessidades estéticas. Uma coisa é certa: os gêneros feminino e masculino se diferem em alguns aspectos bem pontuais, mas a vaidade não é um deles”, conclui Rosique. 
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!