Proteja os pets no Natal, evite acidentes


Período de festas, o clima natalino toma conta das ruas e, como de costume, o que não podem faltar são os enfeites para deixar o clima ainda mais animado, como a famosa árvore de Natal, com suas bolinhas coloridas, os brilhantes pisca-piscas, as estrelas, etc. Estes, inclusive, são adorados pelos pets, por serem pequenos, atrativos, parecem ideais para brincar. Segundo a diretora do Hospital Veterinário Pet Care, Dra. Carla Alice Berl, nesta época podem acontecer alguns acidentes junto às árvores de Natal. Mas alguns cuidados podem evitar transtornos e acidentes nesta data.

Dra. Carla diz que geralmente cães adultos não se interessam muito pelos enfeites. “O perigo está nos filhotes de cães e gatos, que têm atração pelos penduricalhos. Observe bem antes o seu animal, como ele se comporta em frente à árvore. Se você confirmar a suspeita de que ele irá mexer nela, mantenha-o afastado”, ensina a doutora. 

A profissional também alerta que muitos filhotes tendem a roer tudo que encontram, e no caso de árvores com luzes piscando, podem morder a fiação e se eletrocutar. É importante proteger bem o fio do alcance de animais e crianças. “Já atendemos desde gatos e cães eletrocutados porque brincaram com os fios até pets que ingeriram enfeites pendurados na árvore de Natal”, comenta Carla.

Outra grande atração para os pets são as comidas servidas na ceia. “Devemos ter cuidado e evitar oferecer restos de comidas natalinas aos animais. Todo ano temos vários animais intoxicados, com vômitos e diarreia, que comem algo que não estão acostumados e acabam passando muito mal”, comenta a diretora do hospital.

Final de ano

Na noite de Reveillon também é importante ficar atento, pois muitos animais se assustam com os fogos de artifício. “Para estes, recomendamos a companhia dos donos, calmantes prescritos por veterinário e algodão no ouvido”, recomenda Dra. Carla.

 

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta