Seminário internacional

Please select a featured image for your post

O sistema de gestão territorial, em implantação na Sanasa Campinas, será apresentado hoje, dia 31, no Seminário GIS & GeoWeb, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. O assessor de Diretoria da Sanasa, Ulf Walter Palme será o palestrante responsável por mostrar as novidades que estão sendo implantadas pela empresa nesse campo. O seminário faz parte da programação do MundoGEO#Connect, evento latino americano que ocorre todo ano, reunindo especialistas da área de Sistema de Informação Geográfica, da sigla em inglês GIS.

Palme explica que, atualmente, a filosofia fundamental das empresas é pensar em uma gestão territorial, algo ainda muito novo no mundo dos negócios. “Essa gestão leva à eficiência da empresa e, consequentemente, gera mais lucro”, afirma o assessor.

Na palestra, Palme vai discutir o assunto com base na experiência que começa a ser implantada na Sanasa. “A ideia é que haja um monitoramento da área de atuação da empresa, no caso, saneamento e também da área de interesse potencial, o município de Campinas. Permite que a empresa enxergue com mais frequência o seu território”, completa.

Segundo o assessor, como a expansão urbana acontece de forma veloz e com menos controle é provável que eventos indesejados aconteçam. Por isso, monitorar passa a ser uma palavra de ordem. Esse monitoramento pode ser feito de várias formas: imagens de arquivo, câmeras instaladas nas ruas, satélite, entre outros.
Os ganhos para a empresa com o sistema é a melhoria na gestão financeira e na sustentabilidade territorial. Além de conseguir fazer um planejamento assertivo, evitando desperdícios.

“As empresas devem ter em mente também a sustentabilidade”, diz ele, ao explicar que o termo vai além da questão ambiental e relaciona-se também com outras áreas. “A sustentabilidade deve ser ambientalmente correta, economicamente viável e socialmente justa. Isso é um grande desafio”, ressalta Palme.

Planejar, acompanhar, fiscalizar e registrar são etapas da gestão. Dessa forma, a empresa consegue ter uma visão completa do território, um acompanhamento da expansão e transformação urbana e também um cadastramento técnico das informações. “Inclusive, na Sanasa estamos agrupando dados de 2005 a 2012. Assim, conseguimos melhorar o planejamento, a gestão e, portanto, a eficiência da empresa”, conclui.

 

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!