Tabagismo entre jovens

O tabagismo continua sendo um problema preocupante, especialmente quando se trata de jovens que, desde muito cedo, se entregam ao vício.
No ano passado, Ministério da Saúde divulgou um estudo que constatou que 18,5% dos brasileiros entre 12 e 17 anos já experimentaram cigarro. Por outro lado, o país ainda é um dos campeões na redução do número de fumantes, devido ao aumento sucessivo do preço da droga e aos alertas impressos nas embalagens.

O pneumologista Luiz Antonio Bragagnolo Junior faz alguns alertas:
– Os principais riscos do tabagismo entre os jovens são o aparecimento e/ou piora de doenças respiratórias, como asma, bronquite e alergias;
– Fumar não prejudica o crescimento do pulmão, mas diminui significativamente a capacidade de funcionamento do órgão;
– Os jovens podem desenvolver mais facilmente a dependência do cigarro;
– Os fumantes passivos também possuem alta probabilidade de desenvolver ou piorar as mesmas doenças respiratórias que os ativos;  
– O cigarro é uma droga lícita e pode servir, em muitos casos, como o primeiro passo para a experimentação de outras drogas ilícitas;
– A principal orientação para um jovem que quer parar de fumar é procurar avaliação específica com um pneumologista, pois só assim será possível avaliar a função pulmonar adequadamente e orientar a cessação tabágica.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!