Tendências na decoração

O isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus fez as pessoas repensarem os espaços em que viviam. Os desejos durante esse período foram muitos, mas uma sacada, um quintal e espaço para ter a própria horta ou plantas para tornar a casa um lar aconchegante foram a preferência de todos. Segundo dados de uma pesquisa recentemente divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, houve aumento de 23,61% no número de vendas on-line de móveis e itens de decoração entre 1º de março e 30 de abril. Isso mostra o quanto as pessoas querem adaptar seus lares levando mais personalidade, conforto e bem-estar.

No Pinterest, plataforma de inspiração, as pesquisas envolvendo “área de estar no quintal”, aumentaram 34 vezes em comparação ao anos de 2019. A arquiteta e designer de interiores Karolinna Venturi, acredita que o mundo da arquitetura e decoração ganhou novas tendências no pós pandemia. “Muitas mudanças significativas aconteceram nesse período onde todos ficaram mais dentro de suas casas, é possível identificar movimentos e tendências, mas o importante é misturar, adaptar e fazer com que elas tenha sentido para cada projeto”, explica.

Confira as cinco apostas de décor para 2021:

1. Espaços abertos
A separação dos cômodos já era algo que vinha ficado para trás em projetos residenciais, pois cada vez mais as pessoas buscam ambientes integrados e também multiusos. Paredes que separam a sala de jantar e cozinha ou ainda varanda e sala de estar não fazem mais muito sentido no momento atual em se vive, onde as pessoas querem ficar mais próximas e aproveitar todo o espaço com seus familiares e amigos.

2. Iluminação clean
Com o conceito de “menos é mais”, ela proporciona pontos específicos de iluminação, podendo ser utilizada em conjunto, com luminárias de piso, marcenarias, abajures e claro, a luz natural. Cores claras, neutras e iluminação natural compões muito bem os espaços, trazendo um ar minimalista, valorizando elementos estruturais do ambiente.
“Outro ponto que deve ser muito usando é a valorização da luz natural e grandes janelas, pois trazem mais ventilação e iluminação natural para os espaços”, ressalta Karolinna.

3. Acabamentos industriais
Originário dos antigos lofts americanos da década de 60, o estilo industrial ganhou muita força no mundo da decoração e rapidamente se adaptou ao gosto do brasileiro, com apartamentos pequenos. Em sua essência, um projeto industrial têm materiais de construção em sua forma mais original, como o tijolo aparente, concreto e tubulações à vista. O estilo consegue aliar uma estética bonita, praticidade e funcionalidade para a vida cotidiana, tudo o que as pessoas buscam atualmente.

4. Casa automatizada
Internet, assistente de voz e sustentabilidade são algumas das inovações que estão cada dia mais presente no dia a dia das pessoas. A automação residencial pode ser definida como o uso da tecnologia como um facilitador de tarefas habituais, que anteriormente dependiam exclusivamente do morador, irrigar as plantas, desligar as luzes, programar a cafeteira para preparar o café em um horário, tudo isso já é possível graças à tecnologia.

5. Home Office
Seja para o trabalho remoto ou para o home schooling, as casas necessitam de espaços destinados para realizar essas tarefas em casa, pois a pandemia acelerou a tendência de trabalhar/estudar em casa. Não é preciso apenas uma bancada com um computador. “Um bom escritório precisa ter preocupações com acústica, iluminação adequada e o mais importante, ele precisa delimitar o momento de trabalho das horas livres”, finaliza a profissional.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!