Triste perda

Neste sábado, dia 7, Campinas se despediu de Célia Farjallat, a primeira mulher jornalista da cidade, que estava internada na Casa de Saúde, em Campinas, após ser submetida a uma cirurgia renal; Célia não resistiu ao pós-operatório e faleceu aos 97 anos.
Em 1942, a jornalista começou a escrever para o jornal Correio Popular – por onde se manteve anônima por um longo período, já que, naquela época, se tratava de uma carreira masculina – e nunca mais deixou de colaborar com o veículo.
Célia, que também atuava como professora, foi homenageada pela Revista Absoluta, em 1998, com o Prêmio Mulher Absoluta – ela foi a primeira a receber o título –, concedido às mulheres que realmente fazem diferença na sociedade.

A jornalista teve cinco filhos, sendo um falecido; 15 netos e 12 bisnetos. Seu sepultamento ocorreu na a manhã de ontem, dia 8, no Cemitério Flamboyant. 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!