“Vamos fazer revolução, se vamos…”

Please select a featured image for your post

A exposição “Vamos fazer revolução, se vamos…” estará no Museu da Cidade a partir desta quarta-feira, dia 8 de julho. A mostra destaca o movimento constitucionalista de julho de 1932 e permanecerá aberta ao público até o dia 2 de outubro. Documentos, objetos da época, fotos e textos foram cedidos pelos combatentes e familiares.

O movimento constitucionalista contou com cerca de 30 mil homens armados e em Campinas foi necessário um grande esforço de guerra, por a cidade ser a sede do comando militar. Antigas fábricas como a Lidgerwood passaram a ser depósito de balas, capacetes, granadas, itens essenciais em um combate. A Casa de Saúde transformou-se em hospital de guerra e Campinas foi uma das primeiras cidades a ser bombardeada, levando a óbito o menino escoteiro Aldo Chioratto, atingido por uma série de estilhaços. Visitas monitoradas ao Museu da Cidade podem ser agendadas pelo telefone 3231 3387.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta