Volkswagen Tiguan




O primeiro produto da Volkswagen, no segmento de SUVs foi a Touareg, um utilitário esporte de alto luxo e desempenho, que chegou ao Brasil em 2005. Um bom tempo depois, em maio de 2009, a Volkswagen resolveu trazer a versão mais compacta. Assim, o Tiguan chegou às ruas brasileiras. Esse é o primeiro modelo dessa categoria (SUV compacto) produzido pela Volkswagen, em Wolfsburg – Alemanha. O nome Tiguan é derivado da associação das palavras tigre e iguana.

De dimensões relativamente compactas (4,42 metros de comprimento, 1,80 m de largura, 1,66 m de altura) e visual elegante, o modelo transmite sensação de força (o lado "tigre") ao primeiro olhar. Por outro lado, sua dirigibilidade, faz-se notar a agilidade (seu lado "iguana") proporcionada pelo motor de 2,0 litros com turbo de 200 cavalos, o mesmo utilizado conhecido no sedan Passat e o conversível EOS.

Estilo

Seu estilo impõe respeito com visual limpo, mas com personalidade. O Tiguan tem visual familiar, pois segue o estilo da Touareg além de linhas que também lembram o Passat. As lanternas traseiras, arredondadas, que se estendem para as laterais, assim como o logotipo da marca no centro da tampa do porta-malas, reforçam essa sensação. Ganha destaque o capô formando uma linha reta sobre os faróis, que inclinados levemente para baixo, passam a impressão de uma cara de bravo. Os retrovisores, elétricos e rebatíveis, trazem luzes indicadoras de direção.

Interior

Dentro do Tiguan, detalhes dão praticidade ao ambiente. Além de porta-trecos nas portas e console central, há mesas dobráveis atrás dos bancos dianteiros e encosto do banco central traseiro rebatível, que pode servir de descansa braço ou porta-copos. Os passageiros de trás contam com duas saídas de ar centrais, tomada de 12 volts, além do ajuste longitudinal dos bancos.

Quem vê o Tiguan do lado de fora pode imaginar que ele nem seja tão confortável por dentro, sobretudo para os ocupantes do banco traseiro. A aparência engana: com 2,60 m de distância entre eixos, o utilitário tem espaço de sobra para quatro ocupantes, embora possa levar cinco ainda com bom conforto. O banco traseiro, com encostos rebatíveis e divididos na proporção 60/40, pode ter a posição ajustada em 16 cm no sentido longitudinal. Por conta dessa característica, fica fácil aumentar o espaço para as pernas na parte de trás ou a capacidade do compartimento de carga, de 360 litros.

A posição de dirigir agrada, com espaço suficiente mesmo para motoristas de grande estatura. A visibilidade do motorista também é muito boa, transmitindo a sensação do Tiguan não ser tão grande.

4Motion

O Tiguan vem de série com a tração integral 4Motion. Essa aciona as rodas traseiras apenas quando há perda de aderência das dianteiras, mediante uma embreagem multidisco Haldex. Esse sistema funciona assim nos demais modelos da Volkswagen com motor transversal, como no Passat V6 4Motion. Não foi prevista redução, já que a proposta não é de fora-de-estrada. A tração integral serve mais para conferir estabilidade ao modelo, além de alguma mobilidade em terrenos de baixa aderência. Ainda que o Tiguan consiga enfrentar estradas de terra, ou caminhos de praia, não deve ser usado em aventuras no fora de estrada.

Motor

O ponto alto do Tiguan é sentir a força de motor TSI à gasolina. Pode-se dizer que é uma usina de força compacta, que produz potência máxima de 200 cavalos à 5.100 rpm, com 28 kgfm de torque (entre 1.700 e 5.000 rpm). Na prática, isso se traduz em reação imediata ao pedal do acelerador que, atuando em conjunto com o eficiente câmbio Tiptronic de seis marchas, leva o Tiguan de 0 a 100 km/h em apenas 8,5 segundos e à velocidade máxima de 207 km/h, desempenho confirmado na prática.

Além do desempenho, o Tiguan é um veículo que mostra eficiência quando o assunto economia de combustível. Mesmo pesando 1.622 kg, o Tiguan consegue fazer uma média de 7 km/l na cidade. Na estrada, essa média sobe para 11 km/l, em condução moderada. Com um tanque de 64 litros, a autonomia é excelente.

Suspensão

Como nos concorrentes, a suspensão é independente nas quatro rodas. A dianteira segue o conceito McPherson, mas na traseira vem um esquema de paralelogramo deformável, com subchassi. Além de muito confortável, entregam estabilidade acima da média, considerando o tipo de veículo. Muitos motoristas vão achar a Tiguan com comportamento de sedan, dado o nível de sofisticação da suspensão do veículo.

Segurança

O modelo incorpora várias tecnologias quando o assunto é segurança, como: controle eletrônico de tração e de estabilidade e monitor de pressão dos pneus e ABS nos freios.

De forma complementar, o Tiguan traz ainda o sistema HBA (Hydraulic Brake Assist) de assistência adicional em frenagens de emergência, que reconhece a rapidez do acionamento dos freios e amplia a pressão de frenagem.

Outro recurso interessante é o assistente de saída em aclives, que mantém o carro freado sem a necessidade de pisar no freio até que o motorista acelere, impedindo seu recuo. O freio de estacionamento tem comando elétrico (por botão) e automático, tanto para acionar quanto para liberar.

Equipamentos

O elevado padrão de conforto é complementado por itens como: computador de bordo completo, volante de direção multifunção em couro com ajuste de altura e profundidade, retrovisor interno fotocrômico, limpador de para-brisa automático, sensor de estacionamento e temporizador de faróis.

O modelo ainda oferece como itens de série seis air-bags (frontais, laterais e cortinas), ar-condicionado digital e automáticos de duas zonas, rádio/CD compatível com MP3 e entrada para fontes de áudio externas, controlador de velocidade, apoios de braço centrais dianteiro e traseiro, mesas dobráveis na parte de trás dos encostos dos bancos dianteiros e acionamento elétrico para vidros, travas e retrovisores. As rodas são de alumínio de 17 polegadas e usam pneus 235/55.

Como opcionais, pode receber bancos em couro com aquecimento e ajuste elétrico de altura e do apoio lombar para o do motorista, teto solar panorâmico, faróis com lâmpadas de xenônio e auto-direcional e rodas de 18 polegadas. Entre os equipamentos, o charme fica por conta do teto solar panorâmico, que ocupa praticamente todo o teto do veículo, e tem a seção dianteira móvel e a traseira fixa.

Mercado

Recentemente, a Volkswagen promoveu uma expressiva redução no preço da Tiguan. De R$ 125 mil, o modelo passou a ser oferecido por R$ 99 mil. Assim, de acordo com o preço, os principais concorrentes são: Chevrolet Captiva V6, Honda CR-V, Land Rover Freelander, Toyota RAV4 e Volvo XC 60. Ainda que o Tiguan não seja um veículo barato, entre uma ótima relação custo-benefício para quem quer um SUV verdadeiramente ágil. Esse é um digno representante da Volkswagen, em um segmento que tem crescido bastante e já tem o seu lugar ao sol.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta