Volta às aulas

Com a volta às aulas, os educadores chamam a atenção para um problema muito comum: o excesso de compromisso das crianças. Com a melhor das intenções, os pais criam agendas com inúmeros compromissos que podem sobrecarregar, frustrar e aumentar a ansiedade dos pequenos, uma vez que eles acabam entrando em um ritmo frenético muito cedo. “Colocamos à disposição dos nossos filhos todas as possibilidades de sucesso, futuro brilhante e carreira profissional invejável, que na maioria das vezes nós não tivemos, e acabamos projetando os nossos desejos e deixando que reais aptidões e habilidades fiquem sufocados por tantas outras metas que eles devem realizar”, afirma Merylin Franciane Labatut.

Para evitar esta situação, a educadora ressalta algumas dicas que levam as crianças a um desenvolvimento na velocidade certa e sem prejudicar a sua autonomia e criatividade. São elas:

– Promover um campeonato de jogos de tabuleiros, pois este tipo de brincadeira diverte, integra e promove o aprendizado;
– Garantir que todos da família tenham tempo para descansar, refletir e ficar juntos;
– Deixar que os pequenos brinquem bastante, pois são nas brincadeiras que eles negociam, inventam, criam soluções, aprendem a vencer, a perder, a ceder e a ouvir o outro, entre vários outros benefícios para o crescimento;
– Respeitar as escolhas dos filhos e entender que o tempo revela as verdadeiras aptidões de cada um;
– Saber dizer “não” e estabelecer limites, o que é essencial para uma boa educação;
– Não quebrar a cabeça sempre para criar alguma atividade para entreter as crianças, pois a criatividade, muitas vezes, nasce do tédio;
– Ensinar a cultivar espaços silenciosos durante o dia e tempo para esvaziar a mente. 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta