Cabelo natural virou tendência

Cabelo natural é uma tendência que se intensificou com a pandemia e parece que vai ficar. Aderir aos fios naturais não se resume mais apenas em aceitar a textura e o formato dos fios, a cor também entrou nessa onda e os grisalhos estão cada vez mais em alta.

De acordo com o hair stylist Luigi Moretto, o fator importante para quem está decidido a embarcar nessa mudança é entender que durante esse processo haverá altos e baixos, por isso, vale entender cada fase deste processo e os cuidados necessários para que as madeixas façam essa transição com saúde e beleza.

Confira o processo que pode levar até 2 anos para finalizar:

Transição inicial: de 1 a 8 meses
É a fase mais difícil, segundo Luigi. É neste período que a maiorias das desistências acontecem. “Muitas mulheres tentam disfarçar ao máximo o crescimento do cabelo, mas quem vence essa etapa dificilmente desiste do processo”, afirma.

Transição intermediária: de 9 a 18 meses
Aqui já começa a aceitação e a maioria das mulheres começam a curtir todos os momentos e descobertas do cabelo. “A diferença de cor passa a não incomodar, mas começam as dificuldades no tratamento para deixar os brancos macios e sem frizz, explica Luigi. A percepção é que aqui a mudança passa a ser interna, de aceitação, orgulho, deixa de ser uma ideia inicial e começa a se concretizar.

Transição final: a partir dos 24 meses
Vencida essa etapa de transição, Luigi afirma que depois deste tempo é bem difícil alguém voltar atrás e abrir mão dos grisalhos. “Nessa fase a mulher já aprendeu a tratar dos fios brancos, aceitar suas fases naturais, suas formas que podem ser vistas em mechas, espalhadas ou até mesmo localizadas em algumas regiões. O resultado é fantástico”, revela.

Mas, para chegar lá, Luigi ensina algumas dicas de ouro, que todo mundo que deseja passar por esta importante transição precisa saber:

Corte: A sugestão do especialista pelos cortes mais curtos e com maior frequência, para retirar o mais rápido a química que ainda existe nos fios. “Os cortes desfiados também ficam bem legais, mas quanto mais curtinho, melhor”, ensina.

Cor: Optar pelas mechas em uma cor bem mais clara ajuda a diminuir o máximo a diferença que vai ficar no início do processo. “Fuja das cores mais escuras, se esse for o seu caso faca umas mechas bem clarinhas”, explica.

Cuidados Específicos: O tratamento com shampoo específico para cabelo branco, que contenha um PH para tratá-los é o que vai manter a cor bem clarinha evitando deixá-los amarelados.

Hidratação: Os fios brancos são mais porosos, por isso não conseguem reter a água dentro do fio. “A regra é fazer uma hidratação a cada 15 dias”, alerta o hair stylist.

Umectação capilar frequente associada à nutrição: Para potencializar a nutrição vale associar a umectação uma vez ao mês. “A nutrição é importante para criar uma barreira que auxilia na retenção da água no fio, devolvendo maleabilidade, umidade e mantendo a cutícula sempre fechada”.

Manutenção da cor: É muito importante utilizar shampoo próprio para cabelos grisalhos. Eles geralmente são roxos, mas existem tonalizantes específicos para manter os cabelos brancos sempre com brilho e bem clarinhos. “Se os fios amarelarem não é motivo de desespero, atualmente há muita solução para isso no mercado e nos salões de beleza”, finaliza Luigi Moretto.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!