Fortalecimento ósseo do público 60+

O envelhecimento populacional é uma realidade no cenário mundial, sendo considerado um dos fenômenos mais significativos no século XXI. No Brasil, 9,83% da população corresponde a pessoas idosas, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.

“Devido ao aumento da expectativa de vida, observamos no público com mais idade o predomínio de doenças crônicas como, por exemplo, diabetes e doenças cardiovasculares. Problemas como a desnutrição ainda são persistentes, refletindo em maior suscetibilidade a infecções, enfraquecimento da parte óssea e consequente aumento da incapacidade funcional”, avalia Dr. Daniel Magnoni, chefe de nutrologia do Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo.

Mas para que a absorção e retenção do cálcio seja mais efetiva no organismo, é necessária a ação da vitamina D, que auxilia diretamente com esse processo. A maior fonte disponível conhecida é o sol, que nem sempre é um recurso acessível para auxiliar com a sintetização da vitamina D. Além disso, com a pandemia, as pessoas têm saído de casa somente em casos necessários, não se expondo aos raios solares. A preocupação com o fortalecimento músculo esquelético deve começar no início da fase adulta. Neste aspecto, a ingestão correta de cálcio e de vitamina D podem auxiliar de forma significativa na prevenção da perda de massa óssea.

Suplementação o público 60+ – “Quando não é possível conseguir os índices necessários de vitamina D e cálcio com alimentação diária, ou exposição ao sol, a suplementação desses dois nutrientes é muito recomendada. Fortalecer os ossos é fundamental para ter qualidade de vida em qualquer fase da vida, principalmente em idosos”, orienta Dr. Magnoni. “Além de opções em cápsulas, gotas e pó, há uma nova geração de suplementos em gomas, mais práticos e sem necessidade de ingestão de água, que suprem essas necessidades em uma única dose diária”, destaca.

Cálcio – Ideal para manter a saúde óssea e auxiliar diretamente na prevenção de osteopenia e osteoporose, principalmente entre o público 60+. A combinação entre cálcio e a Vitamina D3 é fundamental para o metabolismo ósseo e a deficiência de um deles prejudica esse processo.

Vitamina D – Este hormônio foi classificado como vitamina e é sintetizado pela exposição à luz solar. É um importante regulador do sistema imune e auxilia com a absorção de minerais como o cálcio, fundamental na formação de ossos e dentes. Estima-se que 1 bilhão de pessoas no mundo tenham deficiência ou insuficiência de vitamina D. (2)

error: Content is protected !!