Por que seu botox não dura?

Hoje, com a grande concorrência de profissionais que trabalham com estética, os valores dos procedimentos também entraram em concorrência acirrada. Com isso, houve a banalização do processo, explica a médica Dra. Luciana Toral, especialista em medicina estética avançada.

E as queixas são diversas, mas o tempo de duração inferior a 4 e 6 meses, com retorno progressivo da musculatura, é a maior reclamação de todas.

A médica explica que, além da diluição errada para “fazer render a toxina botulínica” e assim conseguir entrar na concorrência de preços do mercado, outro fator que também é  causa da pouca duração do Botox, é a marca e a qualidade da toxina que o profissional utiliza, e que deveria ser de excelente qualidade.

Por último, e talvez o menos comentado, seja a técnica que este profissional vai utilizar. “Se o profissional fecha um pacote e aplica aquela “receita de bolo” de x unidades em um local que claramente precisa de 2x ou 3x unidades, obviamente os resultados não serão os esperados. Principalmente se os pontos de aplicação não forem distribuídos corretamente, pois cada paciente é único e tem uma necessidade especial. Se estes detalhes não forem vistos, o Botox vai durar muito menos tempo.  E é por isso que, muitas vezes, o efeito do botox sai com apenas 2 ou 3 meses depois da aplicação”, avalia.

Falta de naturalidade 
Como tudo hoje é efêmero, a harmonização facial que foi febre em 2018 e 2019, com suas técnicas cheias de seringas e muitos exageros, começam pouco a pouco a caírem em desuso. As pessoas começam a optar por uma aparência mais jovial, sim, porém mais natural, leve.

A Dra. Luciana Toral diz que para obter este efeito natural, que é o mais solicitado hoje, é necessário que o profissional seja habilidoso e saiba de fato aplicar as técnicas individuais para cada paciente.

“Muitas pacientes, principalmente as de meia idade, ainda resistem ao botox com medo de ficarem com a sobrancelha muito levantada, exagerada, com a pele muito esticada e com receio do sorriso perder a naturalidade, mas não é assim”, explica a médica. “Hoje, optamos cada vez mais pelo natural, e esse é o luxo da estética avançada atual”, acrescenta a médica.

O botox, definitivamente, não é usado apenas para fins estéticos. “Além de prevenir o aparecimento de novas rugas, levantar o olhar, prevenir o caimento das pálpebras, tirar a aparência de cansaço do rosto, a toxina botulínica apresenta diversos benefícios para a saúde”, avalia a profissional.

Entre os benefícios, ela age muito bem nas dores musculares crônicas, combate o bruxismo, é utilizada para combater as enxaquecas, evitar o aumento de cicatrizes e curar a transpiração excessiva.

error: Content is protected !!