Cinco razões para incluir a natureza no projeto da sua casa

Você já ouviu falar em Design Biofílico? Este conceito surgiu a partir da constatação de que os seres humanos possuem uma tendência inata a buscar conexões com a natureza e outras formas de vida. A ideia foi concebida pelo biólogo americano Edward Osborne Wilson, considerado pai da sociobiologia e da biodiversidade e, recentemente, deu origem ao design baseado na natureza.

A relevância da temática já está fundamentada por comprovações científicas. “Os benefícios propiciados por este tipo de design são inúmeros, já que ele tem como meta criar ambientes mais saudáveis por meio de uma arquitetura que gere o bem-estar”, afirma Alex Lipszyc, arquiteto e diretor de ensino da Panamericana Escola de Arte e Design.

Alex listou cinco dos principais benefícios obtidos pelo design biofílico e mostra porque é importante contar com a presença da natureza para viver e trabalhar em um ambiente mais acolhedor e confortável:

1 – Redução do estresse e ansiedade        

Ao concentrarmos nossa atenção em uma tarefa exigente, fatores que nos perturbam em nosso ambiente podem levar à fadiga mental. No entanto, os espaços de trabalho que incorporam os elementos da natureza proporcionam um ambiente mais tranquilo, permitindo maior concentração, menos fatigante mental e que podem, de fato, restaurar a nossa capacidade mental.

 

A restauração da atenção possibilita ver e sentir a natureza envolvendo uma parte diferente do cérebro do que a que é utilizada no foco e atenção. “Logo, podemos concluir que os ambientes dominados por elementos da natureza podem reduzir o estresse e a ansiedade dos usuários”, reflete Lipszyc.

2 – Mais produtividade

Sentir-se bem possibilita maior capacidade de produzir mais. Existem evidências relacionando a biofilia ao aumento de produtividade dos funcionários de uma empresa. Um estudo recente realizado no Reino Unido, denominado “Os benefícios relativos do escritório verde contra o escritório improdutivo: três experimentos de campo”, comparou os níveis de produtividade de dois grupos de funcionários de escritório expostos a diferentes níveis de contato com a natureza.

Eles descobriram que aqueles que trabalhavam em escritórios com elementos e vegetação natural apresentaram um aumento de 15% na produtividade ao longo de um período de três meses, uma vez comparados àqueles que trabalhavam sem vegetação ou elementos naturais dentro de seu ambiente imediato. Estatísticas demonstram que funcionários que trabalham em ambientes com elementos naturais como luz natural e plantas são 6% mais produtivos.

3 – Aumento da criatividade

Quando a natureza se encontra em harmonia com ambientes construídos, ela estimula o aprendizado e a curiosidade, melhorando inclusive o desempenho nas atividades. A pesquisa Impacto Global do Design Biofílico no ambiente de trabalho revelou que a criatividade do funcionário pode ser fortemente influenciada pelo seu meio ambiente. Verificou-se que para aqueles que trabalham em ambientes que incorporam elementos naturais, tais como luz natural e as plantas, os níveis de criatividade são 15% maiores do que os níveis apresentados por aqueles que trabalham em ambientes desprovidos de elementos da natureza.

Em uma revisão de vários estudos que analisam os efeitos de diferentes perspectivas sobre a saúde, a pesquisa mencionada verificou que as paisagens naturais tiveram um efeito mais positivo sobre a saúde se comparado a paisagens urbanas. Aliás, em alguns casos, as paisagens urbanas tiveram um efeito negativo sobre a saúde.

As vistas de cenas naturais tais como vegetação, animais selvagens ou o mar proporcionam os maiores níveis de bem-estar entre os trabalhadores de escritório, enquanto vistas para cenas urbanas, como estradas e edifícios, foram relacionadas a uma sensação menor de bem-estar. A análise mostrou ainda que a percepção de bem-estar pode aumentar em até 15% quando as pessoas trabalham em ambientes que incorporam recursos naturais, pois a interação do usuário é maior.

5 – Aceleração da cura

Estar em meio à natureza traz benefícios para a saúde. E não se trata de uma simples sensação de bem-estar. O contato com sol, plantas e paisagens naturais age diretamente nos sistemas do nosso corpo.

Depois de analisar 108 mil mulheres, pesquisadores da Universidade de Harvard, em conjunto com o Brigham and Women’s Hospital, em Boston (EUA), concluíram que um pouco de área verde diminui os índices de morte por problemas renais, doenças respiratórias e até câncer. Eles perceberam que as pacientes que mantinham contato com a natureza eram mais saudáveis em comparação às que levavam a vida nos grandes centros urbanos.

error: Content is protected !!